186. Bonito (Parte VI)

“Bonito” é pouco para descrever esta cidade. É tanta coisa maravilhosa na mesma região que qualquer turista que chega aqui fica encantado. No entanto, mesmo com cinco dias de passeios diretos (mais um para descanso e dois de viagem) eu não consegui realizar tudo o que eu gostaria e tem quatro coisas que ainda me atraem a voltar para o Mato Grosso do Sul:

O Abismo Anhumas (que une rapel, flutuação e mergulho);
A Lagoa Misteriosa (que só abre de abril à outubro);
A Boca da Onça (considerado o maior rapel de plataforma do Brasil – 90 metros);
O bolo de chocolate do café da manhã da pousada.

Aliás, percebi que em nenhum dos posts eu falei de onde eu estou hospedado e muita coisa boa deste meu passeio tem mérito do pessoal da Pousada Céu de Estrelas, que cuidou de muita coisa pra mim, como os passeios, transporte, etc.

Agora, com a viagem chegando ao fim, posso destacar todos os passeios que eu fiz, em ordem de preferência:

1. Flutuação no Rio da Prata
2. Fazenda San Francisco (Pantanal Sul)
3. Passeio de bote no Rio Formoso
4. Cachoeiras do Rio do Peixe
5. Gruta do Lag Azul
6. Grutas de São Miguel
7. Arvorismo
8. Boia Cross
9. Baleneário do Sol
10. Buraco das Araras

O saldo do meu passeio inclui um joelho vermelho, outro joelho arranhado, as costas queimadas e bolhas nos dois pés. Mas mesmo assim eu faria tudo de novo.

E era isso! 🙂

Publicado em 30 de janeiro de 2013, em Viagem. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: