163. Londres 2012

Eu nunca assisti toda uma cerimônia de abertura das Olimpíadas. Lembro que assisti um pedaço da de Atlanta, em 1996, mas de lá para cá eu não parei mais para admirar o evento. Mas na última sexta-feira eu me rendi e assisti a cerimônia realizada em Londres, idealizada pelo Danny Boyle (“Trainspotting” e “Quem Quer Ser um Milionário?”)

A sequência de abertura foi simplesmente fantástica. Foi incrível a maneira como eles artistas e voluntários representaram a evolução histórica da sociedade inglesa. A Revolução Industrial, que começou na Inglaterra, não ficou de fora. Aos poucos a natureza foi dando lugar às fábricas e o homem foi perdendo seu espaço de trabalho para as máquinas. A representação segue até os dias de hoje, em que a comunicação entre as pessoas é baseada, principalmente, na tecnologia.

Um país com uma cultura tão rica como o Reino Unido soube aproveitar tudo muito bem na cerimônia. Destaques para: Professor Lockhart citando Shakespeare; Mr. Bean na orquestra; J.K. Rowling lendo Peter Pan; James Bond trazendo a rainha de helicóptero… A única referência que eu senti falta foi ao Sherlock Holmes, mas também foi tanta coisa em tão pouco tempo.

E os shows: Arctic Mokeys (quem quiser baixar as duas músicas tocadas na cerimônia, em mp3, é só ir aqui) e Paul McCartney. Sem mais, meritíssimo…

Na chegada dos atletas, não pude deixar de reparar em uma coisa. Durante toda a cerimônia eles focaram bastante na questão da inclusão, com crianças cadeirantes no coral, por exemplo. Mas nenhuma delegação entrou com os atletas paraolímpicos. Não sei o motivo dessa exclusão de pessoas que são exemplos de superação e, em muitos casos, se esforçam mais do que atletas com melhores condições de saúde.

Pois bem, agora com o começo dos jogos eu reafirmo uma coisa: Nas olimpíadas, ao contrário da Copa do Mundo, eu torço para o Brasil. Então, que venham muitas medalhas para cá.😉

Ps.: Repararam que a rivalidade dos EUA agora é com a China. Eles querem ultrapassar os chineses a todo custo no quadro de medalhas. Por que será, né?…

Publicado em 29 de julho de 2012, em Divagações. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: